De acordo com Wozniak, compra feita com cartão de crédito roubado resultou na perda de 7 Bitcoins

 

O cofundador da Apple, Steve Wozniak, afirmou, em um evento de tecnologia na Índia na semana passada, que teve 7 Bitcoins roubados de sua carteira recentemente por conta de uma fraude. O engenheiro é um dos grandes defensores do mercado das criptomedas.

 

 

De acordo com Wozniak, um usuário comprou os 7 Bitcoins dele por meio de uma plataforma e pagou com cartão de crédito – que era roubado. Após a compra, o pagamento foi cancelado e ele acabou ficando sem as moedas e sem o dinheiro da transação.

Na cotação atual, a perda de Wozniak com o roubo de Bitcoins poderia ter chegado a quase US$ 80 mil. Caso a fraude tivesse ocorrido no final do ano passado – quando o Bitcoin atingiu um patamar próximo a US$ 20 mil, o prejuízo poderia ter superado os US$ 130 mil.

 

“Matemática pura”

Apesar das perdas registradas por conta da fraude, o cofundador da Apple ainda defende o mercado das moedas virtuais. "Bitcoin para mim é uma moeda que não é manipulada por governos. É matemática pura e não pode ser alterada", afirmou.

Segundo o jornal indiano The Economic Times, o interesse de Wozniak pelas criptomoedas foi aguçado pelo fato de as moedas digitais não serem controladas – e manipulada – por governos, como pode ocorrer em moedas lastreadas.

A volatilidade das criptomoedas, no entanto, parece ter feito Steve Wozniak repensar nos seus investimentos em moedas digitais. Ele afirmou ter vendido quase todos os seus Bitcoins porque estava “cansado” de verificar, diariamente, a variação dos preços.

E você, já investiu em Bitcoin? Tem planos de investir nas criptomoedas? Deixe seu comentário!