Apple Card deverá ser lançado no mercado dos EUA nas próximas semanas e oferecerá cashback de até 3%; não há previsão para chegada ao Brasil

 

A gigante Apple deve lançar, no próximo mês de agosto, seu primeiro cartão de crédito. De acordo com informações da agência de notícias Bloomberg, o Apple Card – destinado a clientes da companhia – será lançado nos Estados Unidos já nas próximas semanas.

O novo produto da Apple será produzido a partir de uma parceria entre a maçã e o banco Goldman Sachs. A expectativa é que o cartão de crédito seja semelhante a outros cartões do mercado – exceto pela otimização para a Apple Pay.

 

Sobre o Apple Card

Ainda segundo a Bloomberg, o Apple Card será oferecido aos usuários Apple na versão física – de titânio, que será acompanhada também por uma versão virtual do cartão de crédito.

A expectativa é que o Apple Card ofereça aos usuários um cashback de 3% para compras na própria Apple, além de 2% de cashbach para transações via Apple Pay. O cartão não deverá cobrar anuidade e poderá ser solicitado via aplicativo Wallet, no iPhone.

Já o Goldman Sachs será a instituição responsável pela infraestrutura, manipulação de dados e transações do cartão da Apple.

 

Consolidação de fatura e anuidade

A Bloomberg informou que, além de não cobrar anuidade dos clientes, o Apple Card cobrará uma taxa juros sobre o limite estourado apenas se o usuário pagar um valor menor que o total da fatura do mês.

No próprio Wallet será possível acompanhar os encargos incidentes sobre cada operação realizada.

 

Cartão da Apple no Brasil

O novo serviço da gigante da tecnologia estará disponível, em breve, apenas para usuários dos Estados Unidos. Eles poderão fazer o pedido do cartão via aplicativo Wallet – disponível para iPhone com iOS 12.4 – logo após o lançamento.

Os usuários brasileiros, no entanto, precisarão aguardar um pouco mais para ter acesso ao Apple Card. Isso porque ainda não há previsão de quando o cartão da Apple estará disponível em outros países do mundo – como o Brasil.