Compra da 21st Century Fox pela Disney, concluída nesta quarta-feira (20), abre caminho para o surgimento da maior companhia de entretenimento do mundo

 

A Disney informou ao mercado, nesta quarta-feira (20), que concluiu a compra da 21st Century Fox por um valor total de US$ 71,3 bilhões. A conclusão do negócio foi confirmada após os órgãos reguladores de diversos países autorizarem a fusão das gigantes do entretenimento.

A conclusão da compra da Fox pela Disney abre caminho para o surgimento da maior companhia de entretenimento do mundo, responsável por um portfólio repleto de grandes títulos. Além de conteúdos de sucesso da Fox – que passam a integrar o portfólio conjunto da nova empresa, como “Os Simposons”, “Avatar” e superproduções da Marvel, a Disney passa agora a deter também o controle de uma série de canais para TV e suas respectivas produções, como a FX Poductions, National Geographic e Twentieth Century Fox Televison

Os ativos da Fox em serviços de streaming, canais e serviços de TV por assinatura fazem agora parte também da Disney – como é o caso da Hulu, Tata Sky e da Endemol Shine Group.

 

Serviço de streaming à vista

A expectativa é que o surgimento do novo conglomerado Disney acelere o lançamento do serviço de streaming da companhia – esperado para 2019. Batizado de Disney+, o serviço terá como missão dar início a uma forte disputa com a Netflix – plataforma que lidera o setor ao redor do mundo.

Para o executivo-chefe da Disney, Bob Iger, no entanto, este não deverá ser um empecilho para a empresa de Walt Disney. "A combinação da riqueza de conteúdos criativos e talentos comprovados da Disney e da 21st Century Fox dará à companhia de entretenimento global uma ótima posição para liderar em uma era incrivelmente dinâmica e transformadora", disse Iger, em comunicado divulgado nesta quarta-feira (20).

 

O negócio

O negócio, com valor total de US$ 71,3 bilhões, foi firmado no final do ano passado e submetido à aprovação dos acionistas e dos órgãos regulatórios. Antes, a Disney havia oferecido US$ 52,4 bilhões pelo controle da Fox, mas uma proposta de US$ 65 bilhões da Comcast obrigou a Disney a elevar a oferta para US$ 38,00 por ação.

A operação permitirá aos acionistas da 21st Century Fox escolher entre receber US$ 51,57 por ação, em dinheiro, ou trocar cada uma de suas ações pelo equivalente a 0,45 de ação do novo conglomerado da Disney.

A Disney espera uma economia de US$ 2 bilhões até 2021 devido à compra da Fox. Com a aquisição concluída, a companhia dá início à absorção de mais de 15 mil funcionários da Fox.