Convite foi confirmado durante reunião entre conselheiro de Donald Trump e Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (29); encontro deve ocorrer já nos primeiros meses de 2019

 

O presidente dos EUA, Donald Trump, convidou o presidente brasileiro eleito, Jair Bolsonaro, para visitar os Estados Unidos em um futuro breve, de acordo com o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton. A informação foi divulgada via Twitter logo após uma reunião entre Bolton e Bolsonaro, que assume a presidência da República em janeiro.

O encontro entre o presidente brasileiro eleito e o conselheiro de Segurança Nacional norte-americano ocorreu na manhã desta quinta-feira (29), na residência de Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro. Também por meio do microblog Twitter, Bolton afirmou que a reunião foi “muito abrangente” e “muito producente e grata" e deu sinais de que os Estados Unidos tem interesse em fomentar novas parcerias com o Brasil.

"Estamos ansiosos para uma parceria dinâmicaa com o Brasil", tuitou Bolton antes de confirmar o convite de Donald Trump a Bolsonaro para um encontro em breve, nos EUA.

 

Escala antes do G20

O conselheiro de Trump fez escala no Rio de Janeiro justamente para encontrar o presidente eleito antes de seguir rumo a Buenos Aires (Argentina), para uma reunião de cúpula do G20 no final da semana – que contará com a participação de Donald Trump e do presidente chinês, Xi Jiping.

Segundo Bolton, a reunião com o presidente brasileiro eleito serviu para compartilhar com Bolsonaro "muitos interesses bilaterais"; de acordo com ele, Brasil e EUA trabalharão de forma próxima "para expandir a liberdade e a prosperidade por todo o continente americano".

 

Encontro entre Trump e Bolsonaro

O encontro entre Donald Trump e Jair Bolsonaro ainda não tem data para ocorrer. A expectativa, no entanto, é que uma reunião entre os dois presidentes ocorra já nos primeiros meses 2019, após a posse de Bolsonaro – em janeiro.