Objetivo da Amazon é aumentar seu market share no setor de brinquedos se aproximando do varejo tradicional após Toys "R" Us fechar lojas nos EUA

 

A Amazon está com planos ambiciosos para aumentar sua participação no mercado de brinquedos após a derrocada da tradicional Toys "R" Us, que fechou suas últimas lojas nos Estados Unidos no último dia 29 de junho. De acordo com informações da agência de notícias Bloomberg, a gigante do varejo online tem se preparado para lançar uma ofensiva campanha para o Natal e expandir seu market share no mercado norte-americano.

Segundo a publicação, pessoas com conhecimento no assunto informaram que a Amazon pretende publicar um catálogo de brinquedos de Natal – assim como a Toys "R" Us tinha o hábito de fazer- e enviá-lo a milhões de lares norte-americanos, a fim de alavancar as vendas de brinquedos no final deste ano. O catálogo seria, ainda, distribuído na cadeira de supermercados Whole Foods Market, adquirida pela companhia de Jeff Bezos no ano passado.

 

O poder dos catálogos

Apesar dos problemas financeiros e estruturais, as vendas de Natal da Toys "R" Us sempre foram bastante fortes – até mesmo em épocas de crise. O tradicional catálogo de brinquedos "Big Book" da companhia costumava conter mais de 100 páginas recheadas de publicidade de fabricantes de brinquedos e fazia sucesso nos Estados Unidos - inclusive após a chegada dos smartphones.

Devido à força dos catálogos de brinquedos, diversas empresas norte-americanas decidiram buscar aumentar sua participação no mercado de brinquedos – agora sem a Toys "R" Us. Além da Amazon, a varejista Target e a Party City Holdco também reforçaram suas campanhas para atrair pequenos consumidores e seus pais.

 

Planos ambiciosos da Amazon

O objetivo da Amazon é justamente aproveitar esta oportunidade no mercado norte-americano para alavancar suas vendas de brinquedos. Segundo a Bloomberg, a gigante do varejo online já tem se saído bem neste ramo, obtendo bons resultados desde 2007, quando a empresa publicou uma lista de brinquedos para as festas de final de ano.

De lá para cá, de acordo com a publicação, a Amazon tem ganhado participação de mercado na categoria, e aproveita a derrocada da Toys "R" Us para dar novos – e importantes passos – adiante. É a Amazon se aproximando cada vez mais do varejo tradicional sem deixar de lado seus diferenciais, que fizeram a empresa se tornar uma das mais importantes companhias do mundo.

A nós resta aguardar para ver até onde a gigante do varejo pode chegar.