Conheça mais sobre esta modalidade de operação e descubra como realizar day trade nos EUA aproveitando as oportunidades do maior mercado do mundo!

 

Realizar operações e investimentos no mercado dos Estados Unidos é uma oportunidade que muitos brasileiros estão começando a enxergar. Afinal de contas, o mercado norte-americano é o maior mercado do mundo, e oferece uma infinidade de possibilidades para investidores de todo o mundo realizarem seus investimentos e aumentarem seu patrimônio com muita segurança.

No artigo de hoje você conhecerá um pouco mais sobre a modalidade day trade – que permite aos investidores realizar operações mais curtas no mercado financeiro – e descobrirá como operar day trade nos EUA e aproveitar todas as grandes oportunidades que este mercado pode lhe oferecer.

Acompanhe!

 

 

O que é day trade?

Para quem ainda é novo no mercado, vale aqui uma explicação sobre o que é day trade. O day trade é um estilo de operação que permite ao trader abrir e fechar posições em um mesmo dia, operando em gráficos de períodos que vão de minutos até algumas horas.

O day trade permite ao investidor explorar oportunidades de curta duração no mercado, evitando ficar exposto ao risco por muito tempo, como aconteceria caso optasse por posições mais longas.

Este tipo de operação oferece possibilidades de retorno rápido por conta da sua agilidade, mas também oferece grandes riscos de perdas. Por isso, é essencial que o trader aprenda a usar a liquidez e a volatilidade do mercado a seu favor na hora de realizar suas operações.

 

Por que operar day trade no mercado dos EUA?

São muitos os motivos que fazem do mercado dos Estados Unidos o melhor para quem busca operar em day trade, entre eles, a liquidez e a velocidade que o mercado norte-americano oferece ao trader, resultando em um número muito maior de oportunidades de operação em um único dia.

É importante destacar, ainda, a quantidade de opções para investimentos e operações. Há mais de 20 mil ações no mercado dos EUA e, ao menos um quarto delas, possuem grande liquidez. O trader também pode escolher operar o mercado de Bonds, o mercado futuro, o mercado de opções, os fundos ETFs, entre outros. São quase infinitas as opções para traders e investidores.

A alavancagem também é maior no mercado norte-americano – com taxas de juros, em geral, de até 3% ao ano, enquanto existem centenas de corretoras que oferecem os mais diversos serviços e ferramentas avançadas, e taxas baixíssimas de corretagem.

Além disso, o mercado dos EUA é o mais regulado do mundo e oferece grande segurança ao trader e reduzindo a patamares mínimos o risco de qualquer tipo de fraude.

 

Day trade nos EUA x Day trade no Brasil

Por ser bastante flexível e repleto de alternativas para os traders, o mercado norte-americano é bastante flexível, e um “verdadeiro paraíso” para quem opera day trade. Existem diversos ativos que movimentam, sozinhos, mais de US$ 1 bilhão diariamente – como é o caso das ações da Apple, Amazon, Bank of America, Facebook, Nvidia, Tesla, Microsoft, entre outras.

E a disparidade entre o mercado norte-americano e o mercado do Brasil é gigante. Para se ter uma ideia do abismo entre os mercados, basta comparar números: em janeiro deste ano, bolsa brasileira B3 movimentou, em média, US$ 3 bilhões de dólares (ou R$ 9,92 bilhões) diariamente, segundo dados da empresa Economatica.

As ações da Apple, sozinhas movimentam diariamente mais de 1/3 do volume diário de todas as ações listadas na B3! Impressionante, não e mesmo?

Para quem prefere operar no mercado por meio do day trade, esta diferença entre a liquidez e as oportunidades oferecidas no mercado dos EUA na comparação com o mercado brasileiro pode ser arrebatadora. Por isso, operar no mercado norte-americano pode ser a oportunidade que você esperava para incrementar seus ganhos e aumentar seu patrimônio.

Atenção às regras!

O trader, no entanto, precisa ficar atento a algumas diferenças básicas entre o mercado dos EUA e o mercado brasileiro, principalmente no que se refere às regras para operações.

Nos estados Unidos, por exemplo, existe uma regra para operações em day Ttade, que exige um valor mínimo de US$ 25 mil em conta para operar ações, opções e ETFs. Esta regra não vale para operações no mercado futuro.

 

Como operar day trade no mercado dos EUA?

Qualquer pessoa pode realizar day trades, desde que tenha acesso à internet e à uma corretora regulamentada para este fim, permitindo que você opere de qualquer lugar do mundo, quando quiser. Por isso, a primeira etapa para iniciar as operações no mercado norte-americano é abrir uma conta em corretora.

Mas fique tranqüilo: não é preciso residir nos EUA para abrir uma conta em corretora regulamentada e operar day trade. Clique aqui e confira o passo a passo para abrir sua conta em uma corretora nos Estados Unidos.

O segundo passo para iniciar as operações no mercado norte-americano na modalidade day trade é conhecer o mercado. É altamente recomendado que o trader possua certo conhecimento prévio sobre o funcionamento do mercado antes de iniciar suas operações na bolsa.

Este conhecimento permitirá que o investidor identifique as melhores oportunidades para operações e aproveite os movimentos do mercado para incrementar seus ganhos no mercado de ações.

 

Como aprender a realizar day trades?

Para ter sucesso em suas operações, é fundamental estudar o mercado, conhecer estratégias, organizar sua rotina de trading e identificar o risco de cada operação. Com estudo e perseverança, no entanto, qualquer um pode aprender a operar e usar a liquidez e a volatilidade do mercado ao seu favor e a favor de suas operações.

Quer aprender a operar day trade no mercado dos EUA? Então conheça os cursos da Liberta Global – uma empresa de educação financeira focada em ensinar brasileiros a investir no mercado norte-americano, escolha o melhor pacote de aulas para você e dê o primeiro passo rumo à sua independência financeira investindo no maior mercado do planeta!